Economia Comportamental Aplicada às Políticas Públicas

Público-Alvo

O Programa de Aperfeiçoamento para Carreiras atende aos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG – como requisito para promoção na carreira, Decreto nº 5.176, de 10/08/2004), Analistas de Planejamento e Orçamento (APO), Auditores Federais de Finanças e Controle (AFFC), Analistas de Comércio Exterior (ACE), Analistas de Infraestrutura (AIE), Especialistas em Infraestrutura Sênior (EIE), Analistas Técnicos de Políticas Sociais (ATPS), Analistas em Tecnologia da Informação (ATI), Especialistas em Regulação (ER) e Analistas Ambientais (AA).

Objetivos de Aprendizagem

Ao final do curso, o participante será capaz de compreender a evolução e os principais conceitos do campo da economia comportamental e suas implicações para a prática das políticas públicas; aplicar o instrumental teórico e conceitual abordado ao aprimoramento de políticas públicas em situações concretas.

Metodologia

Os conteúdos serão ministrados por meio de aulas expositivas, nas quais serão apresentados os principais conceitos e desenvolvidos exercícios práticos para estimular a compreensão e a participação dos alunos. Serão ainda utilizados estudos de caso. Será solicitada a leitura de pelo menos um item que conste da literatura obrigatória previamente a cada aula. Leituras complementares são aconselháveis a partir de interesses específicos dos alunos.

  • Os conceitos-chave serão abordados por meio de estratégias complementares:
    • Exposição teórica pelo professor;
    • Exercícios em grupos para experienciar o conceito;
    • Discussão em plenária sobre possíveis implicações na área de trabalho de cada um (sobre o conteúdo ou o processo de trabalho);
    • Apresentação de experiências concretas de aplicação extraídas da literatura.
  • Serão ainda utilizados estudos de caso e apresentadas experiências internacionais em economia comportamental voltada ao aprimoramento das políticas públicas.
  • Será solicitada a leitura de pelo menos um item que conste da literatura obrigatória previamente a cada aula.  Leituras complementares são aconselháveis a partir de interesses específicos dos alunos.

Principais Tópicos

Introdução ao campo da economia comportamental e suas implicações para as políticas públicas. Teoria neoclássica e o modelo do agente racional. Questionamentos à teoria neoclássica e ao modelo do homo economicus. Processo decisório em políticas públicas: modelos prescritivos e descritivos. Ciências comportamentais aplicadas aos processos decisórios: aspectos cognitivos, emocionais e sociais. Racionalidade limitada. Heurísticas e vieses. Modelos duais de processamento mental. Teoria prospectiva. Autocontrole limitado e escolhas intertemporais. Auto-interesse limitado e comportamento altruísta. Processos mentais relacionados à escassez. Motivação, normas sociais e identidade. Atenção limitada. Estruturação dos processos decisórios. Paternalismo libertário, arquitetura da escolha e o emprego de ‘nudges’. Aplicação a casos de políticas públicas: saúde, combate à pobreza, previdência, dentre outros. Experiências internacionais em economia comportamental voltadas ao aprimoramento das políticas públicas.

Outras informações

Docentes: Antonio Claret Campos Filho e Luis Henrique da Silva de Paiva

Período: 4, 6, 11, 13, 25 e 27 de fevereiro de 2019.

Horário: das 8h30 às 12h30.

Carga-horária: 30 horas - 24h presenciais e 6h não presenciais.

 

* Esta turma está lotada. Inscrições abertas apenas para a Lista de Espera.

Áreas de Interesse

  • Gestão Pública
  • Políticas Econômicas
  • Políticas Públicas

Turmas

Nenhuma turma aberta para inscrições até o momento.

Presencial

30 horas

Formação e Aperfeiçoamento para Carreiras


49 alunos *

1 turmas *

0 cursos *